Casulo traz questões políticas e de gênero

lusca3 O corpo político que comunica a não fronteira do gênero, arte como meio de expressão geradora de potência para o existir. Cuir é uma resistência à norma, uma manifestação do existir, a exposição que abre nesta sexta, dia 31, às 18h, no Casulo Cultural, e fica aberta no dia 2 de abril, na 16a edição do Circular. Veja os detalhes em nossa programação: http://www.projetocircular.com.br/?page_id=1913.

“As imagens com suas raízes na internet apresentam uma jornada de identidade com obras sensíveis, de jovens artistas paraenses em seu particular grito de expressão”, afirma Pedro Sampaio, curador da exposição, que reúne trabalhos de Flores Astrais, Lucas Barros, Lucas Gouvea, Maite Zara, Meg Dias, Mia Icamiaba, Rafael Bqueer, Sid Manequim, Tarcisio Gabriel, Wellington Romário.  Na abertura da mostra o público vai ver de perto também performances de Montagne, Cílios de Nazaré e Black Jambu.

rafaelbqueer_penitenciaA exposição ocorre no Casulo Cultural, espaço independente criação colaborativa que se estrutura dentro de uma casa de artista, abrindo suas portas para encontros, vivências e relações entre pessoas e ideias, para a criação e difusão de saberes artísticos, políticos e culturais. Com a proposta de dialogar com diferentes linguagens em torno das relações de afeto e movimento que a arte potencializa. “O Casulo Cultural surgiu da necessidade de um ‘lugar’, onde houvesse espaço para experimentar, criar e construir arte e vida”, afirma Renata.

A casa, localizada no histórico bairro da Campina, nos altos de um antigo casarão de esquina, se impõe por sobre as ruas do bairro, carregando consigo o projeto do fluir cultural, onde o trabalho colaborativo e a iniciativa coletiva buscam a difusão de conhecimentos artísticos e culturais, para que possam alçar outros voos.

A exposição Cuir estará aberta ao público também no domingo, dia 2, na programação do Circular Campina-Cidade Velha, com Cristais e Reflexologia durante todo o dia, e LP (Luizan Pinheiro) fechando o dia com baladas urbanas praianas existenciais, a partir das 17h30.

Serviço

A exposição Cuir abre nesta sexta-feira, dia 31, no Casulo Cultural – trav. Frutuoso Guimarães, 562 – altos, esquina com Riachuelo. Estará aberta ao público também no domingo (31), a partir das 14h. Entrada gratuita.

Texto: Yvana Crizanto