Centro de Memória da Amazônia

O Centro de Memória da Amazônia é uma instituição patrimonial criada em 31 de janeiro de 2007, quando a Universidade Federal do Pará (UFPA) assinou um convênio com o Tribunal de Justiça do Estado do Pará (TJE-PA). Desde sua criação, o CMA funciona no bairro do Reduto, no antigo prédio da Gráfica e Editora Universitária. O acervo do espaço é composto de cerca de 2 km lineares de processos judiciais, da capital e do interior, distribuídos nas áreas Cível e Criminal. Além da documentação judiciária, também conta com uma biblioteca e com a sessão Obras Raras, como por exemplo, o processo crime da Severa Romana, acervo pessoal do Lauro Sodré, acervo pessoal da Marga Roth, entre outros.

Possuindo um acervo documentos de 1785 até a década de 70 do século XX, o CMA viabiliza pesquisas e iniciativas educacionais, que, ancoradas no seu acervo, possibilitam novas leituras sobre o passado da região, como também instiga ações pedagógicas que visem discutir o processo de construção social e histórica da Amazônia: seus limites e tensões. A memória coletiva integra as principais questões das sociedades nos diversos setores e grupos que a compõem.

Endereço: Trav. Rui Barbosa, 491, entre Aristides Lobo e Ó de Almeida – Reduto.
Dias e horários de funcionamento: de segundas as sextas feiras, das 09h às 16h30.
Telefone:  (91) 32522843

Site: www.cma.ufpa.br
Facebook: https://www.facebook.com/Centro-de-Mem%C3%B3ria-da-Amaz%C3%B4nia-156859794387977/

Revista Circular

Disponível na Google Play

Curta no Facebook